Novo laser pode ser poderoso suficiente para fazer um buraco na realidade

A revista Physical Review Letters publicou nesta semana um artigo sobre tecnologia de corte a laser superpoderoso. O artigo em si é seco e técnico, mas a interpretação Charles Lee do blog de tecnologia Ars Technica ajudou a explicar exatamente o que as informações do artigo significam na prática.

Lasers superpoderosos conseguem rasgar qualquer coisa, deixando para trás apenas elétrons e núcleos. Este novo laser tem potencial de rasgar o tecido do espaço e tempo. Tudo o que precisamos é de um novo espelho.

A ideia por trás do artigo, publicado por um pesquisador da Universidade Paris-Saclay (França), é que poderíamos usar um espelho feito de plasma – o material que compõe o Sol – para focalizar o raio.

“Inicialmente se pensava que espelhos de plasma não agiriam como um bom elemento de focalização. Essencialmente, é impossível conseguir o formato certo. Mas 24 horas de tempo de supercomputador mostrou que o espelho de plasma pode ser o caminho correto. Novos desenvolvimentos em códigos de modelos permitiram aos pesquisadores simular um pulso em 3D completo que impacta a superfície”, explica Chris.

Se pesquisadores conseguissem usar esse espelho de plasma, o laser poderia perfurar o tecido do espaço e tempo. “Isso vai funcionar na realidade? Eu acho que sim”, defende ele.

Via HypeScience